Oscar e Paulinho

oscar_e_ paulinho_web

Oscar Castro Neves e Paulinho Albuquerque foram parceiros em muitos trabalhos, mas um dos grandes momentos dos dois foi o show em homenagem a Tom Jobim, no Free Jazz de 1993. Paulinho foi o diretor geral da coisa toda e Oscar trabalhou na direção musical, ao lado de Herbie Hancock. Vejam, nesse trecho do show, o sorriso e a alegria do Oscar, tocando Wave, com Tom Jobim, Paulo Jobim, Ron Carter no contrabaixo, Harvey Mason na bateria e Alex Acuña na percussão…Reparem, lá pelos 2:42 min. do video, durante o solo do Herbie Hancock, quando ele se vira e dá uma dica pro Ron Carter e o Harvey Mason dobrarem o ritmo. Oscar se divertia tocando, como deve ser. Para ele, música era a melhor diversão. E para o Comendador também…

Dia Internacional do Jazz

IntJazzDay20131Paulinho Albuquerque, um dos criadores do Free Jazz Festival e curador desse e de outros festivais, trabalhou e conviveu com muitos dos melhores músicos de jazz do mundo. E hoje, 30 de abril, Dia Internacional do Jazz, o blog dá um toque sobre essa ligação do Comendador com o mundo do jazz…Para ilustrar isso, vamos ver um trecho do show Tributo a Jobim, que aconteceu no Free Jazz de 1993. Paulinho participou da bolação dessa homenagem, junto com Monique Gardenberg, Zé Nogueira e Zuza Homem de Mello. E depois, ele foi o diretor geral da coisa toda. Herbie Hancock era o diretor musical. A filmagem foi dirigida por Walter Salles Jr.  Participaram desse show, além do Herbie Hancock, o saxofonista Joe Henderson, o pianista Gonzalo Rubalcaba, a cantora Shirley Horn, o cantor Jon Hendricks, o contrabaixista Ron Carter, o baterista Harvey Mason e o percussionista Alex Acuña. O time brasileiro vinha com Oscar Castro Neves, Paulo Jobim, Gal Costa e o próprio Tom Jobim, homenageado de corpo presente…

tributo a jobim Nesta parte do show acontece um dos momentos mais jazzísticos da noite, com solos maravilhosos de Joe Henderson e Gonzalo Rubalcaba em O Grande Amor, de Tom e Vinícius. E reparem na alegria e nos sorrisos dos dois violonistas, Oscar Castro Neves  e Paulo Jobim. Os caras estavam no céu, ali no meio daquelas feras fazendo aquele som todo…A alguns metros dali, na beira do palco, apesar da tensão e da responsabilidade de ser o diretor-geral-da-porra-toda, o Comendador Albuquerque também estava com um sorriso desse tipo nos lábios.

Com vocês, Shirley Horn…

Aqui quem fala é o VJ Reinaldo e vocês vão ver agora mais um som produzido pelo Paulinho Albuquerque. É uma parte do show especial que aconteceu no Free Jazz Festival de 1994, uma grande homenagem a Tom Jobim. A filmagem foi dirigida por Walter Salles Jr., mas a direção do show propriamente dito foi do Paulinho. Esse foi apenas mais um dos muito shows do Free Jazz que ele dirigiu. E foi especial mesmo: basta ver o elenco nesse número, com a Shirley Horn, uma de suas cantoras favoritas, cantando a versão em inglês de O Amor em Paz.