O primeiro encontro com Moacir Santos

Nesta foto, da coleção de Monique Gardenberg, Moacir Santos está cercado por um bando de admiradores: Keith Seppanen (engenheiro de som), Ronnie Foster (produtor), Moisés (trombone de pisto), Paulinho Albuquerque (coordenação de produção), Luiz Avellar (piano), Djavan, Marquinhos (sax tenor e flauta), Zé Nogueira (sax soprano), Frank Zotolly e Steve Kujala (flauta).

Zé Nogueira lembra que ” …a foto aconteceu logo após a gravação do belíssimo arranjo de sopros do Moacir para a música Capim. Esse arranjo é uma música dentro da música…Era um momento muito especial, foi quando conhecemos pessoalmente o Moacir ! Isso foi em 1982, durante a gravação do disco Luz, do Djavan…”

E agora ouçam com atenção o arranjo do maestro…Com exceção do pianista Frank Zotolly, todos na foto participaram da gravação. E mais: Sizão Machado (baixo), Teo Lima (bateria), Café (percussão) e Raul de Souza (trombone).O solo de Mini-Moog é do Ronnie Foster.

http://www.radio.uol.com.br/#/letras-e-musicas/djavan/capim/4902187

Anúncios

Em L.A. com Stevie Wonder, o atrasadinho

Los Angeles , 1982, na gravação do LP Luz, do Djavan: Paulinho Albuquerque, Ronnie Foster (pianista e produtor do disco), Luiz Avelar, Stevie Wonder, Zé Nogueira, Djavan e Monique Gardenberg. Devido a alguns contratempos, a gravação do Stevie Wonder, que estava marcada para meio-dia, só começou às nove da noite. A explicação do Paulinho: "É que o Stevie quis vir dirigindo sozinho e demorou a achar o endereço..."