Lonça Durana

Reinaldo

A videoteca do Comendador era uma espécie de caverna do Ali Babá, cheia de tesouros… Era no tempo do VHS e, é claro, tinha muitas fitas com filmagens de festivais de jazz do mundo inteiro, etc. Mas tinha também muita coisa de humor: tudo do Monty Python, os filmes, os programas dos caras na BBC e os seriados de alguns PAlbuquerque_ lonça durana_webdos integrantes do grupo, como o Fawlty Towers do John Cleese e o Ripping Yarns de Michael Palin e Terry Jones. Tinha também videos que misturavam música e humor, como os shows do pianista e humorista dinamarquês Victor Borge. E além disso tudo, também estavam na coleção algumas pérolas de humor involuntário. Por exemplo, um filme pornô brasileiro super ultra trash. Era uma produção com seríssimas restrições orçamentárias e, pelo que entendi, o diretor não podia se dar ao luxo de repetir cenas que não davam certo. Aparentemente o cara teve que fazer o filme com poucos metros de película e tudo que dava errado ia para a edição final…Para Paulinho Albuquerque o ponto alto do filme era um diálogo onde a heroína, engatada no galã, dizia: “Vem, vem…quero sentir essa tua lonça durana!“. Infelizmente, ou felizmente, nunca pude ver lança durona do rapaz. Parece que o Paulinho emprestou a fita pra alguém e a relíquia sumiu. Só me lembro dele me contando a cena e rindo muito…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s