O Assobiador do Jazz

Zé Nogueira

Durante uma de nossas primeiras reuniões de curadoria do Free Jazz, por volta dos anos 80, Paulinho, descobridor de talentos ainda desconhecidos do grande público brasileiro (vide Bobby McFerrin e Stanley Jordan, que vieram ao Brasil ainda no desabrochar de suas carreiras), sugeriu um nome: Ron McCroby, um exímio assobiador de jazz que se apresentava acompanhado de trio (piano, baixo acústico e bateria) e improvisava barbaramente. Nessa época eu e o Comendador dividíamos o mesmo apartamento e pude atestar a capacidade do assobiador antes da nossa reunião acontecer. E ouvia, naquele apartamento, muita coisa diferente. Paulinho guardava tudo. Tinha um arquivo de fitas gravadas de shows antigos e uma discoteca de se tirar o chapéu. Ali, aqueles anos passados na Rua Pena Chaves, no Jardim Botânico, me valeram por um verdadeiro mestrado em música.
Enfim, o nome do assobiador foi apresentado na reunião mas a Monique (Gardenberg) não deu a mínima. “Paulinho! Um assobiador? Tá brincando…”.  Eu confirmava que era bacana mas a Monique permanecia incrédula. Passaram-se os anos e a cada reunião, entre Miles Davis, Stan Getz e Sarah Vaughan, Paulinho vinha com o nome do assobiador e todos riam… As reuniões foram assim até que um dia demos de cara com o obituário da revista Enquirer que dizia no título: “Os lábios de Ron McCroby eram o seu refinado instrumento”.

Foi fuçando emails antigos do Paulinho que achei a pérola:

From: Paulo Albuquerque
Date: December 23, 2004 3:02:45 AM GMT-02:00
To: monique gardenberg
Cc: Jose Nogueira , Zuza Homem De Mello
Subject: BOAS FESTAS

Monique,
Lembra do Ron McCroby, o assobiador, que eu tentei, sem sucesso, trazer para o festival? Pois bem, eu e Zé Nogueira fizemos uma pesquisa na Internet e descobrimos que ele faleceu em 2002.
Na sua última entrevista, na véspera de sua morte, ao Los Angeles Times, ele declarou:
” Miss Gardenberg doesn’t want me in her festival. There’s no more reason
for living.”
E suicidou-se. Assobiando, segundo dizem.
Também, agora eu juro que não vou insistir mais para trazê-lo.
Bem, Monique, Boas Festas, um tremendo Natal e um Ano Novo maravilhoso para você, Raymond e a familia.
Obrigado por tudo nesse ano.
Bjs,
Paulo

E agora vejam Ron McCroby em ação neste video:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s